1 evento ao vivo

Manchester e Real prometem homenagem aos mineiros chilenos

12 out 2010
20h12
atualizado às 23h46

Os mineiros soterrados na mina San José, em Copiapó, desde o dia 5 de agosto começam a ser resgatados nesta terça-feira. E o Manchester United, através de um de seus ídolos, já prometeu uma homenagem aos 33 trabalhadores.

Veja como foi reforço de duto no Chile

Sir Bob Charlton, legendário jogador do clube e da seleção da Inglaterra, fez um nobre convite aos mineiros. Quando estiverem livres, eles vão assistir a um jogo do Manchester em Old Trafford e conhecerão os jogadores.

Através de nota oficial, o clube anunciou que fará o possível para recebê-los e para que eles conheçam os craques. Filho de um mineiro, Charlton quis homenagear não só chilenos, mas também o pai.

Entre os soterrados há um ex-jogador da seleção do Chile. Frank Lobos foi volante da equipe nacional e atuou nas décadas de 80 e 90. Ele é motorista dos mineiros. Lobos fez parte da campanha que levou o Chile às Olimpíadas de 1984, em Los Angeles, mas não chegou a disputar os Jogos.

Real também abre portas
O Real Madrid, outro dos clubes gigantes da Europa, também prestou uma homenagem aos mineiros. Além de enviar para cada um deles camisas oficiais autografadas pelos jogadores e o técnico José Mourinho, o clube abriu as portas do Santiago Bernabéu para que eles possam visitar o clube assim que puderem.

Além de visitar o centro de treinamento do clube, eles também serão homenageados pelos merengues e devem dar o pontapé inicial de algum jogo do Real no estádio.

Desmoronamento
Em 5 de agosto, um desmoronamento na mina San José, em Copiapó, deixou 33 trabalhadores presos em uma galeria a quase 700 m de profundidade. Após 17 dias, as equipes de resgate conseguiram contato com o grupo e descobriram que estavam todos vivos por meio de um bilhete enviado à superfície. A partir daí, começou a operação para retirá-los da mina em segurança.

A escavação do duto que alcançou os mineiros durou 33 dias. O processo terminou no sábado, quando os martelos das perfuradoras chegaram até o abrigo onde eles estão. Concluída esta etapa, as equipes de resgate decidiram revestir o duto - ainda que parcialmente - para aumentar a segurança antes de retirá-los. A cápsula Fênix, usada para içar os mineiros, tem 53 cm de diâmetro. Durante todo o percurso de subida, eles terão suas condições de saúde monitoradas, usarão tubos de oxigênio e se comunicarão com as equipes da superfície por meio de microfones instalados nos capacetes.

Fonte: Lancepress!

compartilhe

publicidade