1 evento ao vivo

Mais de 1.200 gays se casaram na Cidade do México em 2010

5 jan 2011
01h30
atualizado às 03h51

Mais de 1.200 homossexuais se casaram na Cidade do México no ano de 2010, depois de ter entrado em vigor em março uma reforma que permite este tipo de união, informou o governo do Distrito Federal nesta terça-feira. A fonte detalhou que das 612 uniões civis entre homossexuais, 318 foram casais de homens e 294, de mulheres.

De acordo com o governo da Cidade do México, a reforma também beneficiou casais homossexuais de outros países. Dos 60 estrangeiros que se casaram na capital mexicana, há pessoas do Brasil, Romênia, Espanha, Itália, França, Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, namá, Venezuela, Filipinas, Argentina, Áustria, Irlanda, Cuba e Colômbia, informou a fonte. Nesse caso particular, foram 44 homens e 16 mulheres.

Pela estatística, a maior parte dos homossexuais que contraíram matrimônio em 2010 tem entre 31 e 40 anos, com um total de 405 registros; seguidos por pessoas com idades entre 21 e 30 anos, com 376 casos. Há o registro de um casal com uma pessoa de 81 anos e outra de 90.

EFE   
publicidade