3 eventos ao vivo

Idoso argentino é condenado à prisão por sexo com cadela

25 abr 2012
20h15
atualizado às 20h40

Um idoso foi condenado a 11 meses de prisão por ter violado sua cadela na cidade de Toay, na província argentina de Pampa, na região central.

O juiz Daniel Sáez Zamora, responsável pelo caso, ouviu testemunhas que declararam ter visto o idoso maltratando a cadela e também o animal com sangramento após ter sido violado. Para que a sentença seja cumprida com firmeza, o idoso não poderá se aproximar de animais e tampouco ter um animal de estimação, assim como não poderá beber álcool e portar armas.

"Estou feliz com a decisão. Estamos recebendo ligações nos parabenizando de todo o país e, inclusive, de outros países", contou à imprensa a advogada Ivalú Turnes, da Fundación Vidanimal, que denunciou os abusos cometidos por Justo Tobares, de 77 anos, contra seu animal de estimação.

EFE   

compartilhe

publicidade