publicidade
15 de julho de 2010 • 17h48 • atualizado às 18h13

Fotógrafo espanhol mostra "alma" de indígenas bolivianos

Quadro mostra uma das fotografias de exposição sobre a "alma" das classes populares bolivianas
Foto: EFE
 

O fotógrafo espanhol Gabriel Barceló inaugurou nesta semana em La Paz, na Bolívia, uma mostra com 39 imagens de bolivianos de origem indígena em que, segundo ele, "pode se ver a alma" das classes populares do país, informa nesta quinta-feira a agência EFE.

Em entrevista à EFE, Barceló disse que em todas as fotos tentou exibir o "espírito" da pessoa através de seus olhares, aproveitando a "claridade e a vivacidade dos olhos dos indígenas bolivianos".

Todas as fotos, com exceção de uma que exibe o presidente Evo Morales, são de pessoas anônimas de bairros populares de La Paz e da cidade andina de El Alto.

"Mais que de indígenas, a exposição é de olhares de pessoas, nas quais se veem emoções e estados de ânimos com os quais todos podemos nos relacionar", resumiu Barceló.

Redação Terra