7 eventos ao vivo

Farc reiteram apoio às negociações para acordo de paz

7 nov 2012
07h52
atualizado às 08h15

Nas reuniões preliminares sobre o acordo de paz, em Havana, capital cubana, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) confirmaram ontem (6) o empenho na tentativa de encerrar os conflitos. Porém, as negociações ainda ocorrem nesta quarta-feira, ao longo do dia, com a presença de quatro representantes do governo colombiano e dois das Farc. A próxima reunião, considerada definitiva, será no dia 15, também em Havana.

O acordo de paz entre o governo da Colômbia e as Farc conta com a mediação de autoridades de Cuba, da Venezuela, do Chile e da Noruega. Em visita anteontem (5) à capital colombiana, Bogotá, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, reiterou o apoio do Brasil às negociações e ratificou a colaboração brasileira.

Durante entrevista coletiva nessa terça-feira, integrantes das Farc disseram que o fim dos confrontos é essencial para proteger o povo colombiano. Há cerca de um ano e meio, o governo do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, articula com o comando das Farc um cessar-fogo e um acordo de paz.

As discussões envolvem critérios, estabelecidos no acordo, para o acesso à terra por parte dos guerrilheiros, a distribuição mais equitativa das propriedades, a garantia de direitos políticos para os guerrilheiros e os termos para o fim do conflito armado e o combate ao narcotráfico.

Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur.

Agência Brasil Agência Brasil
publicidade