América Latina

publicidade
17 de janeiro de 2013 • 19h49 • atualizado às 19h54

Eleições no Equador: pesquisa aponta vitória de Correa no 1º turno

Rafael Correa tenta a reeleição após seis anos de governo
Foto: Reuters
 

A um mês das eleições presidenciais, uma pesquisa revela que o atual presidente do Equador, Rafael Correa, seria reeleito em primeiro turno no próximo dia 17 de fevereiro. Correa tem 49% das intenções de voto, segundo o levantamento da empresa Market divulgado nesta quinta-feira pela teleSUR. O principal opositor, o empresário Guillermo Lasso, candidato da coligação Criando Oportunidades (Creo), aparece em segundo lugar com 18%.

De acordo com o diretor da empresa responsável pela pesquisa, Francis Romero, o movimento Aliança País, de Correa, também elegeria duas terças partes do Congresso unicameral do Equador. Foram ouvidas 760 pessoas nas províncias de Pichincha, cuja capital é Quito, e Guayas, no sudoeste do país. A margem de erro é de três pontos percentuais negativos ou positivos.

Em terceiro lugar aparece o ex-presidente Lucio Gutiérrez, da agrupação Sociedade Patriota, com 12%. Na quarta posição está o esquerdista Alberto Acosta, com 6% e, atrás dele, o empresário Alvaro Noboa, que concorre pela quinta vez, com 4%.

Os opositores acusam Correa de usar a estrutura do Estado na campanha. Ele se licenciou do cargo esta semana para se dedicar exclusivamente à campanha. As eleições gerais no Equador acontecem no dia 17 de fevereiro, um domingo, e definirão o novo presidente e os novos membros do Congresso para o período 2013-2017.

Terra