0

Cristina Kirchner celebra dez anos de poder e nega fim de ciclo

26 mai 2013
00h10

A presidente argentina, Cristina Kirchner, negou que o país esteja se aproximando de um fim de ciclo político e defendeu os avanços sociais e econômicos dos dez anos de governo K (seu e do falecido marido Néstor), em evento realizado neste sábado na Plaza de Mayo de Buenos Aires.

"Quero convocar todos para que, a esta década, siga-se outra década. Eu não sou eterna, nem quero ser. É necessário dar ao povo o poder sobre estas conquistas, para que ninguém as tire de vocês", disse Cristina à multidão reunida em frente à Casa Rosada.

A presidente advertiu que "se não se organizarem, se não participarem vocês mesmos para defender o que é de vocês, virão outra vez por vocês, como já fizeram ao longo de toda a história".

"Meu cuidado, minha obsessão é que essa sociedade se organize de forma unida, solidária e compreenda onde estão seus verdadeiros interesses", acrescentou.

Cristina Kirchner foi a única oradora de uma comemoração iniciada pouco depois do meio-dia e que se estendeu até o anoitecer, com a participação de vários artistas locais e até do grupo brasileiro Paralamas do Sucesso.

O governo deu ao evento cores patrióticas, aproveitando a coincidência da data de comemoração do 203o aniversário da Revolução de Maio de 1810.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade