0

Chuvas do furacão Irene deixam 3 mortos na R. Dominicana

24 ago 2011
23h33
atualizado em 25/8/2011 às 04h46
  • separator

Pelo menos três pessoas morreram e mais de 37 mil foram evacuadas na República Dominicana devido às chuvas causadas pelo furacão Irene, segundo relatórios de organismos de emergência e meios de comunicação locais.

O último relatório do Comitê de Operações de Emergências (COE) eleva para 88 o número de comunidades afetadas e mantém o número de 2.292 casas danificadas em vários pontos do país.

Irene, que castiga as ilhas Bahamas nesta quarta-feira e se dirige ao litoral dos Estados Unidos, não impactou diretamente no território dominicano, mas produziu fortes precipitações em praticamente toda a nação caribenha em sua passagem na segunda-feira pelas costas nordeste e norte.

O COE confirmou a morte de Salvador Nova Carvajal, 40 anos, que se afogou momentos depois de sua casa ser arrastada pelas águas no município de Cambita Garabitos, em San Cristóbal (sul), uma das províncias mais afetadas.

Além disso, a imprensa dominicana registra que também em Cambita Garabitos morreu afogada Miguelina Esmeralda Pacheco, após ser arrastada pela corrente do rio Yubazo, enquanto no El Seibo a vítima foi o haitiano Lubin Jean Robert, 42 anos, quando tentou atravessar o rio Chavon.

As autoridades de socorro mantêm em alerta vermelho 24 das 32 províncias do país, enquanto o relatório meteorológico afirma que as chuvas continuarão caindo nesta quinta-feira em boa parte do território. O COE pediu à população que evite atravessar rios, vales e riachos devido à força das correntezas.

O Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos, em seu mais recente relatório, estabelece que Irene, transformado em um furacão de categoria 3 na escala Saffir-Simpson (de um máximo de cinco), se movimenta nas Bahamas com ventos máximos sustentados de 195 quilômetros por hora.

Irene está localizado a 295 km do sudeste de Nassau (Bahamas) e a 1.300 km ao sul de Cabo Hatteras, na Carolina do Norte (EUA), informou o NHC.

Exército isola área afetada pelas chuvas em San Cristóbal
Exército isola área afetada pelas chuvas em San Cristóbal
Foto: EFE

Veja também:

Asiáticos relatam discriminação na Alemanha em meio à pandemia
EFE   
publicidade