0

Chefe das Farc diz que a Colômbia está perto do fim do conflito

15 jul 2013
14h28
atualizado às 14h37
  • separator
  • 0
  • comentários

A Colômbia está perto do fim do conflito armado que surgiu há quase meio século, assegurou nesta segunda-feira o chefe da delegação da guerrilha que participa no processo de paz, Iván Márquez, que, no entanto, evitou falar de prazos.

"Entendemos, e o país também, que as guerras não são eternas e temos de alguma maneira a certeza de que a Colômbia está perto do fim do conflito", declarou à emissora colombiana RCN.

Márquez, número dois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), afirmou ainda que, se não houver obstáculos, a negociação "vai fluir rapidamente".

Indagado sobre as chances de um acordo ser assinado até o novembro próximo, como pediu o presidente Juan Manuel Santos, o chefe guerrilheiro respondeu que "é possível, mas não me atrevo a garantir isso".

Desde o final de 2012, as Farc realizam um processo de paz com o governo de Santos, em uma mesa de diálogo que transcorre em Cuba.

As delegações já chegaram a um acordo sobre o primeiro ponto da agenda, o desenvolvimento rural; e a partir de segunda-feira devem discutir a participação política. A agenda também inclui drogas ilícitas, desarmamento e reparação das vítimas.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade