0

Auditoria das eleições venezuelanas é finalizada com "erro zero"

8 jun 2013
02h22
atualizado às 02h29
  • separator
  • 0
  • comentários

A auditoria das últimas eleições presidenciais da Venezuela, realizada pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), foi encerrada nesta sexta-feira com "erro zero", informou a imprensa oficial.

"O processo de verificação foi encerrada com um resultado equivalente a "erro zero", com uma coincidência de até 99,98% dos comprovantes revisados", afirmou a estatal Agência Venezuelana de Notícias "AVN". "Este dado indica que a soma dos comprovantes de voto contrastados com as atas de apuração coincidiram em 99,98%", completou a fonte.

O processo de revisão das eleições foi iniciado no último dia 6 de maio em três ciclos de dez dias cada um, sendo que o último foi finalizado nesta sexta-feira. Amanhã, as autoridades do CNE deverão apresentar um relatório para explicar os resultados.

A auditoria foi solicitada pelo líder da oposição e ex-candidato à presidência Henrique Capriles, que não aceitou o resultado eleitoral que deu como ganhador o governista Nicolás Maduro por uma pequena vantagem de 1,49% (225 mil votos).

No entanto, Capriles e a aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) decidiram não participar da revisão ao assinalar que a auditoria não analisa todos os elementos do processo de eleição, como os cadernos de votação, onde o ex-candidato diz que estão as irregularidades que sustentam a suposta fraude eleitoral.

Desta forma, Capriles e a MUD decidiram impugnar as eleições perante o Supremo, mas, após mais de um mês de espera, ainda não obtiveram uma resposta por parte da instituição, que não se manifestou sobre se aceita ou não a execução do recurso.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade