0

Após mais de 2 anos, Fidel volta à Assembleia para ratificação de Raúl

Deputados elegerão os membros do Conselho de Estado, que desde 2008 é presidido por Raúl Castro

24 fev 2013
12h49
atualizado às 17h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O líder da revolução em Cuba, Fidel Castro, e seu irmão, o presidente do país, Raúl Castro, presidem neste domingo a sessão da Assembleia Nacional do Poder Popular, que abrirá sua oitava legislatura, informa a imprensa oficial da ilha.

Fidel compareceu à sessão do Parlamento ao lado de seu irmão e atual presidente, Raúl Castro
Fidel compareceu à sessão do Parlamento ao lado de seu irmão e atual presidente, Raúl Castro
Foto: EFE

Segundo o site Cubadebate, um "grande aplauso" da câmara recebeu os irmãos Castro em sua chegada à Assembleia, onde previsivelmente o presidente Raúl Castro será ratificado neste domingo para um segundo mandato.

Fidel, 86 anos, que está afastado do poder desde 2006 e que reapareceu esporadicamente em atos públicos nos últimos anos, não ia à Assembleia cubana (Parlamento unicameral) desde agosto de 2010, quando discursou em uma sessão extraordinária para falar sobre os perigos de uma eventual guerra nuclear.

O presidente cubano, Raúl Castro, deve ser reeleito para seu último mandato
O presidente cubano, Raúl Castro, deve ser reeleito para seu último mandato
Foto: EFE

O ex-presidente de Cuba é deputado do Parlamento cubano, já que concorreu como candidato pela circunscrição de Santiago de Cuba no pleito geral realizado na ilha no dia 3 de fevereiro. Naquela data, Fidel Castro também reapareceu em público em um colégio havanês, ao votar pessoalmente pela primeira vez desde 2006.

Após a chegada dos irmãos Castro à Assembleia, teve início a sessão de abertura da nova legislatura cubana, na qual será constituída a câmara e serão designados os membros do Conselho de Estado.

Com sede no Palácio dos Convenções de Havana, o encontro reúne os 612 deputados designados no último pleito geral, no qual o Parlamento se renovou em 67% a respeito da legislatura anterior.

Durante a primeira parte da sessão deste domingo será apresentada a lista de candidaturas a partir da qual os deputados elegerão a nova presidência da Assembleia, que será renovada pela primeira vez em 20 anos com a saída de Ricardo Alarcón, nome histórico no regime cubano.

Fidel reaparece ao lado do irmão no parlamento cubano

Alarcón, 75 anos e que preside o Parlamento desde 1993, não foi incluído como candidato a deputado nas últimas eleições e anunciou que a partir de agora se dedicará totalmente à campanha pela libertação dos cinco agentes cubanos condenados por espionagem nos Estados Unidos.

Após a nova direção da Assembleia votar, à tarde os deputados elegerão os 31 membros do Conselho de Estado, que desde 2008 é presidido por Raúl Castro.

Espera-se que ele seja ratificado para um segundo mandato de cinco anos, que será o último se o governante cubano cumprir sua proposta de limitar a um máximo de dez anos consecutivos os cargos políticos do país, incluído o de presidente.

Castro foi nomeado formalmente presidente de Cuba em 24 de fevereiro de 2008, dois anos após ter assumido provisoriamente as rédeas do país após a doença que obrigou seu irmão Fidel a deixar o poder.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade