0

Toda a Líbia estará liberada em 72 horas, diz enviado da ONU

23 ago 2011
13h49
atualizado em 28/8/2011 às 13h37

O complexo Bab al-Aziziya do líder da Líbia, Muammar Kadafi, está agora totalmente nas mãos dos combatentes rebeldes e o país estará liberado dentro de 72 horas, afirmou o enviado da Organização das Nações Unidas Ibrahim Dabbashi, nesta terça-feira. O complexo de Kadafi está "totalmente nas mãos dos revolucionários", disse Dabbashi, que apoia o movimento rebelde.

INFO infográfico cronologia muammar kadafi
INFO infográfico cronologia muammar kadafi
Foto: AFP

Líbia: da guerra entre Kadafi e rebeldes à batalha por Trípoli
Motivados pelos protestos que derrubaram os longevos presidentes da Tunísia e do Egito, os líbios começaram a sair às ruas das principais cidades do país em fevereiro para contestar o coronel Muammar Kadafi, no comando desde a revolução de 1969. Rapidamente, no entanto, os protestos evoluíram para uma guerra civil que cindiu a Líbia em batalhas pelo controle de cidades estratégicas de leste a oeste.

A violência dos confrontos gerou reação do Conselho de Segurança da ONU, que, após uma série de medidas simbólicas, aprovou uma polêmica intervenção internacional, atualmente liderada pela Otan, em nome da proteção dos civis. No dia 20 de agosto, após quase sete meses de combates, bombardeios, avanços e recuos, os rebeldes iniciaram a tomada de Trípoli, colocando Kadafi, seu governo e sua era em xeque.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade