0

Programa Mundial de Alimentos começa a ajudar somalis

27 jul 2011
11h34
atualizado às 11h40

O Programa Mundial de Alimentos (PAM) começou nesta quarta-feira à tarde sua ponte aérea para ajudar as vítimas da seca na Somália com o envio de um primeiro avião em direção a Mogadíscio carregado com 10 toneladas de alimentos, informou a agência da ONU.

"O PAM começou sua ponte aérea", indicou um porta-voz da organização da ONU. "Um avião decolou de Nairóbi com 10 toneladas de suplementos nutricionais prontos para o consumo destinados às crianças que sofrem de desnutrição", explicou a autoridade.

"O objetivo do PAM é levar no total 100 toneladas para alimentar 35 mil crianças por mês", disse.

Cerca de dez viagens de avião saindo de Nairóbi serão necessárias para levar esta ajuda nos próximos dias.

A seca na África do Leste ameaça 12 milhões de pessoas, de acordo com as Nações Unidas.

A situação é particularmente crítica na Somália, onde a ONU decretou formalmente a fome em duas províncias do sul, controladas pelos insurgentes islamitas shebab.

A ONU teme que a fome se estenda em dois meses a todas as oito províncias do sul da Somália, amplamente controladas pelos shebab, se "o acesso humanitário" às regiões em crise não for garantido.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade