0

Polícia detém um dos autores do ataque a shopping em Nairóbi

21 set 2013
15h40
atualizado às 16h00

A polícia queniana deteve um suposto membro do grupo que realizou neste sábado um ataque a um centro comercial em Nairóbi, que deixou pelo menos 30 pessoas mortas, segundo dados da Cruz Vermelha.

"Detivemos em um hospital um dos suspeitos do ataque do centro comercial Westgate", anunciou a polícia em sua conta no Twitter.

Um número indeterminado de reféns ainda se encontra no shoppping. O chefe da polícia local, David Kimaiyo, garantiu que "nenhum suspeito escapou" do shopping. Informações prévias indicavam que pelo menos um dos autores do ataque tinha conseguido fugir em meio às vítimas.

Kimaiyo disse também que um dos pistoleiros ficou ferido nos enfrentamentos com a polícia, que tenta render o grupo.

Vários funcionários e clientes do complexo comercial, um dos mais movimentados de Nairóbi, seguem detidos pelos pistoleiros horas depois do ataque, que ocorreu nesta manhã e cuja autoria foi assumida pela organização Al Shabab.

Vários feridos e corpos foram retirados do shopping nas últimas horas. O governo do Quênia disse que "não retrocederá nesta guerra" nem "correrá riscos" para resolver a situação.

"Reforçamos a segurança em todos os shoppings da cidade", afirmou o secretário do Ministério do Interior, Mutea Iringo, que procurou enviar uma mensagem de "tranquilidade" aos quenianos durante entrevista coletiva realizada hoje.

EFE   
publicidade