0

Operação policial no Egito causa ao menos 200 mortes, dizem islamitas

14 ago 2013
04h25
atualizado às 10h17

Pelo menos 200 pessoas morreram nesta quarta-feira em uma ofensiva policial para desmantelar os acampamentos dos seguidores do deposto presidente egípcio Mohammed Mursi nas praças de Rabea al Adauiya e de Al Nahda, ambas no Cairo, informou a Irmandade Muçulmana.

De acordo com a fonte, que se manifestou através de um comunicado publicado em seu site, as forças de segurança também prenderam vários manifestantes durante a operação. No entanto, até o momento, as autoridades não confirmaram estes números.

EFE   
publicidade