PUBLICIDADE

África

Número de mortos na Costa do Marfim chega a 410, afirma ONU

17 mar 2011 - 09h18
(atualizado às 09h54)
Compartilhar

Pelo menos 80 pessoas morreram no último final de semana na Costa do Marfim, vítimas da violência provocada pela crise pós-eleitoral, que já deixou 410 mortos desde novembro, informou nesta quinta-feira o porta-voz das Nações Unidas, Hamadoun Toure.

Marfinenses observam corpo de um homem morto em confrontos entre simpatizantes de Ouattara e forças de seguranças leais a Gbagbo
Marfinenses observam corpo de um homem morto em confrontos entre simpatizantes de Ouattara e forças de seguranças leais a Gbagbo
Foto: Reuters

A missão da organização internacional (UNOCI) em Abidjan, que divulgou estes números em uma coletiva de imprensa na capital marfinense, disse ser "imperativo por fim, imediatamente, a esta escalada de violência que ameaça a paz, a coesão social e a reconciliação nacional".

O país africano enfrenta uma situação de caos desde que Laurent Gbagbo se recusou a deixar o cargo para ser sucedido pelo rival Alassane Ouattara, reconhecido internacionalmente como legítimo vencedor da eleição realizada em novembro de 2010.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Compartilhar
Publicidade