2 eventos ao vivo

Novo governo toma posse no Egito

16 jul 2013
12h49
atualizado às 13h32
  • separator
  • 0
  • comentários

Os membros do novo governo do Egito, liderado pelo economista Hazem al-Beblawi, tomaram posse nesta terça-feira de seus cargos quase duas semanas depois de o Exército derrubar o presidente islamita Mohammed Mursi. Após vários dias de consultas, os novos ministros prestaram juramento perante o presidente interino, Adly Mansour, em cerimônia transmitida pela rede de televisão estatal.

Os primeiros foram Beblawi e o ministro da Defesa e chefe das Forças Armadas, Abdel Fatah al Sisi, que mantém a pasta e ocupa além disso, no novo Executivo, o posto de primeiro vice-primeiro-ministro. Também se mantêm em seus cargos os ministros de Interior, Mohammed Ibrahim; de Turismo, Hizham Zazu; e de Antiguidades, Mohammed Ibrahim.

A pasta de Relações Exteriores é liderada agora pelo ex-embaixador egípcio em Washington Nabil Fahmy. O economista Ahmed Galal, que trabalhou durante quase duas décadas como pesquisador no Banco Mundial, ocupa o cargo de ministro das Finanças, em um momento de grave crise econômica no país. O novo governo conta com apenas três mulheres ministras, entre elas a titular de Informação, Doria Sharaf el Din, uma conhecida jornalista da rede estatal de rádio e televisão egípcia.

Além de Sisi, há outros dois vice-primeiro ministros: Hosam Issa, professor de Direito na Universidade de Ein Shams, que ocupa também a pasta de Educação Superior, e o jurista e economista Ziad Ahmed Bahedin.

A formação do gabinete era um dos passos do processo de transição iniciado depois que as Forças Armadas egípcias depuseram no último dia 3 Mursi após grandes protestos para pedir eleições antecipadas.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade