1 evento ao vivo

Nelson Mandela passa terceira noite no hospital

9 jun 2013
19h22
atualizado em 10/6/2013 às 10h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela passa sua terceira noite no hospital, onde foi internado no sábado em estado "grave" por uma pneumonia. A África do Sul permanece dividida entre a preocupação, a resignação e o desejo de que o líder tenha um final digno.

<p>O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela</p>
O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela
Foto: AFP

Desde o anúncio de sua internação, na madrugada de sábado, a presidência não divulgou informações sobre seu estado. A última informação médica dizia que sua situação era "grave, mas estável".

Segundo os jornalistas, Mandela teria recebido duas vezes a visita da família, no hospital de Pretória, onde ele estaria sendo tratado. A presidência se nega, porém, a confirmar até mesmo a instituição em que ele está internado.

O ícone da luta contra o Apartheid completará 95 anos em 18 de julho. Em dois anos e meio, esta é sua quarta internação por problema pulmonar, além de uma ida feita ao hospital para a realização de exames.

Em meio aos votos para sua pronta recuperação, desta vez, ganham forças as vozes que defendem que o herói tem o direito de morrer e ficar em paz. "É hora de deixá-lo partir", dizia, neste domingo, a primeira página do jornal Sunday Times, com um Mandela sorridente em um gesto de adeus.

"Agora, a família deve deixá-lo para que Deus intervenha à sua maneira", disse ao jornal Andrew Mlangeni, um velho amigo de Mandela, resumindo uma opinião que começou a se espalhar pelas redes sociais nas últimas horas.

No Twitter, cresciam os apelos por um fim tranquilo de Mandela. "Temos de rezar para que fique bem ou para que Deus o liberte do sofrimento? Acho que é hora de deixá-lo partir", escreveu um internauta.

"É hora de deixá-lo ir com calma, com tranquilidade, com elegância. Merece ir embora com dignidade", acrescentou outro usuário do Twitter.

Em Qunu, povoado natal de Mandela no sul da África do Sul, seu neto e chefe do clã, Mandla Mandela, de 39, fez um momento de silêncio, informou a rede eNCA.

&amp;lt;a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm"&amp;gt;veja o infogr&aacute;fico&amp;lt;/a&amp;gt;
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade