1 evento ao vivo

Islamitas invadem e incendeiam igreja no Egito, diz agência estatal

15 ago 2013
16h22
atualizado às 17h07

Membros da Irmandade Muçulmana invadiram nesta quinta-feira uma igreja cristã em Fayum, ao sul do Cairo, e atearam fogo à mesma, informou a agência de notícias estatal "Mena".

Dezenas de seguidores do presidente deposto Mohammed Mursi atacaram a igreja de Teodoro, na cidade de Desia, em Fayum, e a incendiaram.

As chamas já foram controladas, segundo a agência, que destacou a ausência de forças de segurança na área.

O ataque ao templo cristão aconteceu depois que quatro igrejas, um mosteiro e a sede de uma associação copta foram queimados ontem em Nazla e Tamia, na mesma província.

Ontem, sete templos cristãos, a maioria no sul do país, foram atacados durante os distúrbios, informou o Ministério do Interior.

A Irmandade Muçulmana e as autoridades se acusaram mutuamente pelos ataques. Os islamitas afirmaram que os agressores foram os "baltaguiya" (pistoleiros) enviados pelo Ministério do Interior, enquanto o governo atribuiu a responsabilidade à Irmandade Muçulmana.

EFE   

compartilhe

publicidade