0

Habitantes fogem do norte da Nigéria por ataques militares

18 mai 2013
12h22
atualizado às 13h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Habitantes de uma localidade do norte da Nigéria, conquistada pelo grupo armado islamita Boko Haram, fugiam em consequência dos ataques aéreos e terrestres do exército, informaram testemunhas neste sábado.

Neste contexto, o governo nigeriano decretou, também neste sábado, um toque recolher em parte da cidade de Maiduguri, no estado de Borno (nordeste).

"Para apoiar as operações especiais, frente aos recentes ataques do Boko Haram, se decreta um toque de recolher de 24 horas em determinadas zonas de Maiduguri", afirma um comunicado do exército, que cita 12 bairros considerados redutos do grupo armado islamita.

O general Chris Olukolade, porta-voz das Forças Armadas, informou que o exército prendeu 65 "terroristas" que tentavam fugir campos atacados pelos militares.

A Nigéria iniciou uma importante ofensiva contra o Boko Haram esta semana, com o envio de milhares de soldados a três estados do nordeste.

O governo nigeriano decretou estado de emergência nos estados de Borno, Yobe e Adamawa.

Esta é a maior ofensiva desde 2009, quando o exército entrou em Maiduguri, a capital do estado de Borno, e matou 800 pessoas. Depois da operação, o grupo armado islamista deixou de atuar por um ano.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade