12 eventos ao vivo

Grupo nigeriano Boko Haram reivindica dois atentados em vídeo

13 mai 2013
09h25
atualizado às 09h34
  • separator
  • 0
  • comentários

O suposto chefe do grupo islamita Boko Haram reivindicou dois recentes ataques no noroeste da Nigéria em um vídeo recebido nesta segunda-feira pela AFP no qual também são vistas mulheres e crianças tomadas como reféns. "Somos responsáveis pelo ataque de Bama (nordeste)", afirma Abubakar Shekau, em referência a uma espetacular operação realizada pelo Boko Haram no dia 7 de maio que deixou 55 mortos.

O grupo também reivindica um ataque de 16 de abril contra a localidade de Baga (noroeste, às margens do lago Chade), que foi seguido por uma violenta repressão do exército que deixou um total de 187 mortos. O vídeo mostra Abubakar Shekau, considerado um terrorista pelos Estados Unidos, sentado sobre um tapete e com um fuzil kalashnikov apoiado em seu ombro direito.

Aos sete minutos deste vídeo de doze minutos, a tela se divide em duas para mostrar do lado esquerdo o suposto chefe do Boko Haram e do lado direito um grupo de mulheres e crianças. Abubakar Shekau afirma que este grupo é refém, sequestro que se deve em resposta à detenção pelos militares nigerianos de mulheres e crianças do Boko Haram. "Enquanto não virmos nossas mulheres e crianças, jamais libertaremos estas mulheres e crianças" reféns, ameaça o chefe do grupo islamita.

A insurreição islamita acusa regularmente o exército de deter familiares.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade