5 eventos ao vivo

Em estado grave, Nelson Mandela completa quatro dias de hospitalização

11 jun 2013
08h49
atualizado às 11h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O governo da África do Sul anunciou nesta terça-feira que o ex-presidente Nelson Mandela segue em estado grave mas estável, no quarto dia de sua internação devido a uma infecção pulmonar. "O ex-presidente está ainda em estado grave mas estável em um hospital de Pretória", disse a presidência em comunicado.

Segundo a fonte, o presidente Jacob Zuma se reuniu ontem à noite com os médicos que estão tratando Mandela. O líder sul-africano, de 94 anos, foi internado no sábado. Zuma se mostrou "satisfeito" com o trabalho dos médicos e disse estar confiante.

O porta-voz presidencial, Mac Maharaj, explicou ontem que Mandela estava "sob tratamento intensivo".

Segundo o comunicado emitido hoje, Zuma já viajou para Cidade do Cabo e não visitará ao longo do dia Mandela, como a imprensa local tinha especulado após a segurança do hospital em Pretória ter sido reforçada.

Mandela recebeu nesta terça-feira no hospital a visita de Zenani Mandela, uma das filhas de Mandela e embaixadora da África do Sul na Argentina. As outras duas filhas do ex-presidente, Makaziwe e Zindzi, e sua ex-mulher Winnie Mandela, também foram vistas hoje entrando no Medi-Clinic Heart Hospital, informou a agência sul-africana de notícias Sapa.

O prêmio Nobel da Paz foi hospitalizado por quatro ocasiões desde dezembro do ano passado em função de uma infecção pulmonar contraída durante seus 27 anos nas prisões do regime racista do apartheid. Nelson Mandela lutou durante 67 anos contra o sistema segregacionista. Em 1994, quatro anos após ser libertado, foi eleito primeiro presidente negro da história de seu país.

À espera de notícias, vários cidadãos voltaram a se reunir hoje em frente à casa de Madiba em Johanesburgo para desejar a melhora do adorado pai da democracia multirracial sul-africana.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/nelson-mandela/iframe.htm">veja o infográfico</a>
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade