2 eventos ao vivo

CS da ONU assinala preocupação e pede fim de violência no Egito

15 ago 2013
20h52
atualizado às 21h18

Os membros do Conselho de Segurança (CS) da ONU assinalaram nesta quinta-feira sua "preocupação" com a grave situação no Egito e pediram a todas partes o final da violência.

Os membros do Conselho "rejeitaram toda forma de violência", disse à imprensa a presidente de turno do órgão a embaixadora argentina, María Cristina Perceval, no final de uma reunião a portas fechadas.

A discussão começou após um relatório apresentado pelo secretário-geral adjunto da ONU, Jan Eliasson, sobre a situação no Egito após os mais de 500 mortos e milhares de feridos que a repressão aos protestos islamitas deixaram.

Os membros do CS assinalaram sua "preocupação" e consideraram "imprescindível" pôr fim à violência e que o povo do Egito, "sem violência, possa avançar rumo à reconciliação nacional", acrescentou María Cristina.

Para isso, os 15 países que integram o organismo insistiram que "todas as partes" exerçam uma "contenção máxima" para evitar que se repitam fatos violentos.

EFE   

compartilhe

publicidade