1 evento ao vivo

Conselho de Segurança faz reunião de urgência sobre Egito

15 ago 2013
19h10
atualizado às 19h27
  • separator
  • 0
  • comentários

O Conselho de Segurança da ONU está em uma reunião de emergência sobre o Egito, iniciada por volta das 18h30 (horário de Brasília), atendendo ao pedido de França, Grã-Bretanha e Austrália, informaram diplomatas. O encontro acontece um dia depois da operação do Exército egípcio, que levou à morte de mais de 500 partidários do ex-presidente Mohamed Mursi.

Corpos de seguidores da Irmandade Muçulmana são vistos enfileirados em necrotério improvisado nos arredores mesquita Rabaa al-Adawiya
Corpos de seguidores da Irmandade Muçulmana são vistos enfileirados em necrotério improvisado nos arredores mesquita Rabaa al-Adawiya
Foto: Reuters

Um diplomata disse que um pedido conjunto foi submetido à Argentina, que ocupa a presidência temporária do Conselho. Ainda segundo o mesmo diplomata, não é esperada uma declaração do órgão. França e Grã-Bretanha são membros permanentes do Conselho de Segurança, enquanto a Austrália é um dos 15 países não permanentes representados no atual mandato.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o massacre, e a alta comissária de Direitos Humanos da organização, Navi Pillay, pediu uma ampla investigação. Mais cedo nesta quinta-feira, o premier turco, Recep Tayyip Erdogan, havia pedido uma reunião urgente do Conselho. "Esse é um massacre muito sério (...) contra o povo egípcio, que está protestando pacificamente", afirmou Erdogan, criticando "o silêncio" da comunidade internacional diante do banho de sangue.

infográfico massacre egito
infográfico massacre egito
Foto: AFP

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade