1 evento ao vivo

Ataques sectários matam 56 na Nigéria

12 ago 2013
19h31
atualizado às 19h39

Homens armados supostamente membros do grupo extremista islâmico Boko Haram mataram 56 pessoas neste final de semana na Nigéria, em mais um capítulo da violência sectária no país africano, informaram as autoridades.

Um grupo armado "supostamente ligado ao Boko Haram entrou em uma mesquita e atirou contra muçulmanos que oravam, matando 44 pessoas" no povoado de Konduga, no domingo, revelou um funcionário, que pediu para não ser identificado.

Em outra ação, também atribuída ao Boko Haram, homens armados mataram 12 pessoas no povoado de Ngom, no distrito de Mafa, na noite de sábado.

Segundo um funcionário, o ataque seria uma vingança contra grupos civis treinados para auxiliar os militares no combate ao Boko Haram.

Alguns vizinhos disseram que os agressores chegaram vestindo uniformes militares camuflados.

O ataque ocorre no momento em que as forças militares nigerianas realizam uma ofensiva no nordeste do país para lutar contra a insurgência, após a declaração de um estado de emergência na região em maio.

Os militares formaram grupos de cidadãos para ajudar as autoridades a localizar e prender membros do Boko Haram.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade