0

Ataque no norte do Sinai deixa um soldado morto e oito feridos

29 jul 2013
07h52
atualizado às 08h11

Pelo menos um soldado egípcio morreu e outros oito ficaram feridos em um ataque de homens armados contra um posto militar no norte do Sinai, perto da fronteira com a Faixa de Gaza, disseram nesta segunda-feira à Agência Efe fontes militares.

A vítima mortal tinha 22 anos e acabou falecendo com o impacto de uma bomba lançada por atacantes contra o acampamento militar de Al Saha al Riyadia, perto da cidade de Rafah.

Os oito soldados ficaram feridos em um tiroteio posterior entre membros do Exército e os atacantes, que fugiram.

Nos últimos meses, a Península do Sinai se tornou foco de instabilidade e palco de ataques contra policiais e gasodutos, atos de contrabando e sequestros.

O Exército e a polícia iniciaram em 30 de junho uma série de operações contra grupos armados no Sinai, coincidindo com os grandes protestos contra o então presidente, o islamita Mohammed Mursi, que foi deposto em 3 de julho.

Ontem, as autoridades egípcias anunciaram que em operações realizadas nas últimas 48 horas tinham morrido dez homens armados "terroristas" e cerca de 20 tinham sido detidos.

EFE   
publicidade