3 eventos ao vivo

Morte de professor é a 1ª por gripe suína no PI

21 set 2009
13h04

O Piauí registrou a primeira morte por gripe suína, após contabilizar 106 casos confirmados da doença no Estado. A vítima foi um professor de Biologia, Sérgio Gustavo Fernandes Sousa, 32 anos, que morreu no último dia 13 por pneumonia, agravada pelo vírus da influenza A. No Estado, 30 casos estão sob suspeita de contaminação pela doença.

» Veja que cuidados tomar com a gripe suína
» SC confirma mais 17 mortes por gripe suína; total vai a 69
» PR confirma mais 10 mortes por gripe suína; Estado tem 236
» OMS elogia Brasil por doação de vacinas contra a gripe

O Comitê de Enfrentamento da Pandemia da Influenza A (H1N1) no Piauí informou que o exame foi feito pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. A equipe da Secretaria de Saúde comunicou inicialmente a família do professor. "Hoje, vamos conversar com a esposa do professor para saber o seu histórico de saúde e ter mais detalhes do óbito", disse Amarilis Borba, coordenadora de Ações Assistenciais da Fundação Municipal de Saúde de Teresina.

Segundo a família, a morte do professor foi repentina. Ele chegou a dar aula na quinta-feira em escolas particulares de Teresina, foi internado no sábado e, menos de 24 horas depois, faleceu.

Segundo o infectologista Pedro Leopoldino, do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, no prontuário do paciente consta histórico de pneumonia e derrame pleural. O médico disse ainda que a mulher e o filho do professor apresentaram problemas respiratórios e fizeram exames, mas o resultado deu negativo para o vírus da gripe A.

Monitoramento das escolas
Com a morte do professor, a Fundação Municipal de Saúde intensificou o monitoramento das escolas particulares em que ele dava aulas. Sousa trabalhava em três escolas particulares em Teresina (Certo, Madre Savina e Santa Angélica) e um colégio público em Altos.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade