0

Material radioativo é encontrado em depósito de lixo em Brasília

11 set 2011
16h13

Uma cápsula radioativa com iodeto de sódio 131, geralmente usada pela medicina nuclear, foi encontrada abandonada no sábado em um depósito de lixo em Brasília, informou neste domingo a imprensa local.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil da capital brasileira isolaram o local e a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) abriu um processo de investigação para determinar como o material radioativo foi parar ali, segundo reportou a edição online do jornal "O Globo" do Rio de Janeiro.

A cápsula, de acordo com a informação, tinha um selo de validade da CNEN, vencido em 2008 e seu uso estava restringido ao diagnóstico de doenças relacionadas com a glândula tireóide.

Técnicos da CNEN enviados ao local indicaram que o contato com o produto radioativo pode provocar queimaduras e inclusive o surgimento de doenças como o câncer.

Um dos funcionários do depósito manipulou a cápsula, mas os exames médicos iniciais descartaram algum tipo de contaminação com o material radioativo.

Em 1987, um grupo encontrou uma cápsula similar com césio 137 em Goiânia. O material radioativo estava dentro de um equipamento de radioterapia médica abandonado em um hospital que tinha fechado dois anos antes e após passar por várias mãos foi parar em um depósito de reciclagem.

O contato com o césio radioativo provocou a morte de 11 pessoas e contaminou outras 600.

EFE   

compartilhe

publicidade