0

Marrocos tem primeira vítima fatal por gripe suína

16 nov 2009
15h35
atualizado às 15h44
  • separator

Um jovem de 23 anos que morreu no dia 13 de novembro, na cidade marroquina de Uxda, na fronteira com a Argélia, se tornou a primeira vítima fatal em decorrência da gripe suína no Marrocos, informaram hoje as autoridades do país.

O Ministério de Saúde marroquino apontou, em comunicado, que o jovem foi internado três dias antes no serviço de urgências do hospital Al Farabi "por uma infecção pleuropulmonar".

Segundo a fonte, citada pela agência marroquina MAP, o jovem sofria também de uma "obesidade notável" e durante os exames realizados no centro foi detectado que ele tinha diabetes.

"Sob a insistente solicitação de seu pai" abandonou o hospital no dia 11 de novembro e voltou a ser internado no dia 13 com febre alta e problemas respiratórios, após os quais foi enviado ao serviço de reanimação e passou por uma análise que confirmou o vírus A(H1N1).

Até o momento, foram confirmados no Marrocos 892 casos da gripe, dos quais 454 foram registrados no âmbito escolar, e a evolução de todos eles, segundo o Ministério, foi favorável.

Veja também:

Filha interrompe entrevista por vídeochamada e vira sensação nas redes
EFE   
publicidade