inclusão de arquivo javascript

 
 

Bernanke afirma que recessão pode terminar em 2009

24 de fevereiro de 2009 12h38

WASHINGTON, EUA, 24 Fev 2009 (AFP) - O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, afirmou nesta terça-feira que vê uma "perspectiva razoável" para o fim da recessão em 2009, mas destacou que a recuperação completa pode levar três anos.

Em sua audiência semestral no Congresso, Bernanke foi comedido em suas previsões e ressaltou que a economia americana passa por uma "severa contração", que se prolonga durante o primeiro trimestre de 2009.

Bernanke disse que, apesar dos riscos que a economia enfrenta, as várias iniciativas adotadas parecem estar estabilizando os voláteis mercados financeiros. Caso tenham o efeito desejado, a recessão pode acabar em 2009.

"Se as medidas tomadas pela administração (do presidente Barack Obama), o Congresso e o Federal Reserve conseguirem restabelecer em alguma medida a estabilidade financeira - e somente neste caso, na minha opinião - existe uma perspectiva razoável de que a atual recessão termine em 2009 e que 2010 seja um ano de recuperação", declarou.

"É essencial que continuemos complementando os estímulos fiscais com uma firme ação governamental para estabilizar as instituições financeiras e os mercados financeiros", acrescentou.

O presidente do Fed advertiu, no entanto, que os presidentes do banco central nos estados preveem uma "recuperação completa da atual recessão provavelmente leve mais de dois ou três anos".

rl/fp

AFP
AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.