0

Hong Kong detecta mutação grave do vírus AH1N1

24 nov 2009
05h35
atualizado às 08h24
  • separator

As autoridades sanitárias de Hong Kong anunciaram o achado de uma mutação grave do vírus AH1N1 idêntica à achada a semana passada na Noruega, informou nesta terça-feira a agência oficial Xinhua.

A mutação foi descoberta em uma criança de um ano que foi internado com sintomas da gripe no Hospital Prince of Wales dia 25 de julho e recebeu alta três dias depois, assinalaram as fontes sanitárias.

Os tratamentos com os fármacos frequentes (Tamiflu e Relenza) seguem respondendo positivamente à nova mutação, que também foi achada em casos do Brasil, Japão, México, Ucrânia e Estados Unidos, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por outro lado, se informou do começo das vacinações contra a gripe na região administrativa de Macau, onde foram enviadas 100 mil doses da fórmula empregada na China.

Pessoal médico, crianças e idosos serão os primeiros a receberem a vacina por formarem os grupos de risco, assinalou o Departamento de Saúde da ex-colônia portuguesa.

Veja também:

Como usar uma máscara facial corretamente
EFE   
publicidade