1 evento ao vivo

Farc derrubam torres de energia e ordenam ataque armado na Colômbia

14 out 2012
16h12
atualizado às 16h25

As Farc promoveram um ataque, neste domingo, contra duas torres de energias localizadas em Tibú, no departamento de Santander, e ordenaram um ataque armado na mesma região fronteiriça com a Venezuela, informaram meios de imprensa locais.

Os fatos foram registrados um dia antes do início das conversas previstas, na capital norueguesa, entre os negociadores do governo colombiano e as Farc.

A derrubada das duas torres deixou pequenas casas das cidades de Petrólea, Campo Dos y La Gabarra sem energia. Segundo o comandante da polícia do departamento, o coronel Jorge Eliécer, os ataques foram perpretados pela frente 33 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

As autoridades desenvolveram trabalhos de controle para garantir a segurança dos trabalhadores da empresa elétrica, que já estão no local para restabelecer o serviço.

Pouco depois, guerrilheiros das Farc instalaram cilindros explosivos na via que une o povoado de Ocaña com a cidade de Cúcuta. O jornalista colombiano Herbin Hoyos, que neste domingo organiza um Encontro de Vítimas das Farc em Bogotá, confirmou à Agência Efe que "as interrupções armadas em diversas áreas do país impediram a chegada de camponeses à capital".

Em Catatumbo, foram registrados combates entre grupos insurgentes e o exército da Colômbia, em um dia no qual espera-se que os negociadores da Farc e do governo cheguem a Oslo para iniciarem conversas de paz que permitam colocar fim num conflito que já dura meio século.

O vice-presidente da Colômbia, Angelino Gárzon, denunciou os fatos violentos e pediu à guerrilha que "respeitem a população civil".

Este processo de paz está desenhado de modo que as negociações de Oslo e as posteriores de Havana sejam realizadas em paralelo ao desenvolvimento do conflito no interior da Colômbia, pois o cessar- fogo bilateral faz parte da agenda de negociação, mas só a partir da assinatura de acordo final.

EFE   

compartilhe

publicidade