4 eventos ao vivo

Espanha começa a vacinar contra gripe no dia 16 de novembro

22 out 2009
13h53
atualizado às 15h08

A Espanha começará sua campanha de vacinação contra a gripe suína no dia 16 de novembro, informou nesta quinta a ministra da Saúde e Política Social, Trinidad Jiménez.

O começo da imunização acontecerá de forma conjunta em todas as regiões do país e a vacina será aplicada nas pessoas que fazem partes dos grupos considerados de risco, entre eles os funcionários de saúde, incluindo os de asilos, e os de serviços essenciais, como forças de segurança, bombeiros e funcionários de prisões.

Também serão vacinadas as mulheres grávidas e doentes crônicos a partir de 6 meses de idade.

As grávidas receberão uma vacina sem substâncias que aumentem sua potência imunológica, para terem "um adicional de segurança".

A ministra confirmou que no dia 1º de novembro os antivirais Tamiflu e Relenza voltarão às farmácias, e poderão ser adquiridos somente com receita médica, depois que, no mês de maio, o acesso aos medicamentos só era possível em hospitais, para evitar sua utilização indevida.

Jiménez insistiu em que a Espanha conta com tratamentos suficientes para imunizar 60% da população do país, no qual há 250 mil casos registrados da gripe, além de mais de 40 mortes em decorrência da doença.

A Sociedade Espanhola de Alergia e Imunologia Clínica advertiu que as pessoas alérgicas a ovo deverão extremar as precauções antes de se vacinarem contra o vírus A(H1N1).

Os especialistas ressaltam que a nova vacina foi cultivada em embriões de frango e que, portanto, um paciente alérgico a ovo "poderia apresentar algum tipo de reação alérgica à vacina".

EFE   

compartilhe

publicidade