ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Paraíba
Segunda, 30 de outubro de 2006, 16h08 
PB: José Maranhão não aceita vitória de Cássio
 
Suetoni Souto Maior
 
Últimas de Paraíba
» Cássio minimiza ataques de José Maranhão
» PB: José Maranhão não aceita vitória de Cássio
» Eleitor sobe 148 degraus para "pagar" vitória de candidato
» PB: Simpatizantes festejam reeleição de Cunha Lima
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O candidato derrotado nas eleições para o governo da Paraíba, senador José Maranhão (PMDB), disse hoje, em entrevista coletiva, que não reconhece a vitória do governador Cássio Cunha Lima (PSDB), reeleito ontem.

Maranhão acusou o chefe do Executivo Estadual de ter feito uso da máquina pública para vencer as eleições, inclusive, com compra de votos e cooptação de lideranças políticas. "Vou buscar na Justiça a legitimação da vontade do povo paraibano", disse Maranhão, acusando o governador de diversos crimes eleitorais. "Se você abrir o Código Eleitoral, no capítulo que dispõe sobre os crimes, vai ver que meu adversário cometeu todos os crimes possíveis e imagináveis", falou o parlamentar, em meio ao barulho ensurdecedor da militância presente na sede do PMDB, em João Pessoa.

"A Paraíba assistiu estarrecida à avassaladora e milionária campanha do governador-candidato à reeleição. Usando e abusando da máquina e recursos governamentais, visando a captação ilegal e privilegiada de sufrágios em benefício da sua própria candidatura. Não é possível calar diante da farta distribuição de dezenas de milhares de cheques da FAC", dizia um dos trechos de nota divulgada pelo senador.

Maranhão ainda fez duras críticas a Cássio Cunha Lima. "O governador ingressou pelo caminho da marginalidade política ao pintar todos os prédios públicos com as cores de seu partido", disse o senador, fazendo referência ao fato de grande parte dos prédios públicos paraibanos terem a tonalidade verde.
 

Agência Nordeste

Copyright Agência Nordeste. Todos os direitos reservados.