ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Estaduais
Segunda, 30 de outubro de 2006, 13h28 
Brasil terá número recorde de governadoras
 
Ed Ferreira/Agência Estado
Ana Júlia é a primeira governadora do Pará
Ana Júlia é a primeira governadora do Pará
Últimas de Estaduais
» Diminui número de eleitores no 2º turno em Manaus
» Maggi defende aproximação com governo federal
» RS: apenas um terço dos candidatos prestou contas
» Rondônia foi o terceiro Estado a totalizar os votos
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O número de mulheres no comando dos Estados brasileiros em 2007 será o maior da história, mas, ainda assim, aumentou em apenas uma governadora em relação às últimas eleições. Neste ano, foram eleitas três mulheres: Ana Júlia Carepa (PT-PA), Wilma de Faria (PSB-RN) e Yeda Crusius (PSDB-RS). No pleito de 2002, duas mulheres haviam chegado ao comando estadual: Wilma de Faria e Rosinha Garotinho (PMDB), no Rio de Janeiro.

» Veja fotos das governadoras eleitas
» Mulheres ocuparão 8% das cadeiras na Câmara

Ao contrário de 2002, quando as duas eleitas venceram em primeiro turno, neste ano nenhuma governadora conseguiu a vitória sem o segundo turno. A disputa pelo governo em 2006 contou com candidatas mulheres em 18 unidades federativas, mas apenas cinco avançaram. Denise Frossard (PPS-RJ) e Roseana Sarney (PFL-MA) foram derrotadas em segundo turno.

O primeiro pleito em que uma brasileira se elegeu governadora foi o de 1994, quando Roseana Sarney (PFL) foi escolhida para o governo do Maranhão. Em 1998, ela se reelegeu. Nas duas eleições, Roseana foi a única governadora do país.

Outras mulheres ocuparam o cargo de governadora, com o licenciamento dos titulares, entre elas as vice-governadoras do Distrito Federal, Márcia Kubitschek (que substituiu Joaquim Roriz em 1995) e Maria de Lourdes Abadia (que substituiu Joaquim Roriz em 2006) e, no Rio de Janeiro, Benedita da Silva (que substituiu Anthony Garotinho, em 2002).

O Rio Grande do Sul e o Pará elegeram pela primeira vez mulheres para a administração estadual. No Sul será também a primeira vez que o PSDB chega ao poder. Yeda Crusius venceu o ex-ministro Olívio Dutra (PT), que já havia sido prefeito de Porto Alegre e governador do Estado. Yeda recebeu 53,94% dos votos válidos, contra 46,06% de Dutra. Em situação contrária, a petista Ana Júlia encerrou doze anos de governo do PSDB no Pará, derrotando Almir Gabriel com 54,93% dos votos válidos.

Já Wilma de Faria foi reeleita no Rio Grande do Norte com 52,38% dos votos válidos, contra 47,62% do candidato do PMDB, Garibaldi Filho.
 

Redação Terra