ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Eleições 2006
Segunda, 30 de outubro de 2006, 00h36 
Governador de MT comemora vitória de Lula
 
Juliana Michaela
Direto de Campo Grande
 
Últimas de Eleições 2006
» Ibope aumenta índice de acertos no 2º turno
» Diminui número de eleitores no 2º turno em Manaus
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PPS) que apoiou o presidente da república, Luis Inácio Lula da Silva (PT) na reeleição comemora o resultado das urnas. Maggi já tem agendado uma reunião com o presidente para a próxima semana.

Pelo fato de Blairo Maggi ter apoiado Lula, ele pode sofrer um processo de expulsão do PPS, pois a legenda apoiava o candidato derrotado, Geraldo Alckmim (PSDB). "O presidente conseguiu fazer uma revirada em vários estados e podemos dizer que ele conseguiu reverter o quadro no estado. No primeiro turno em Mato Grosso a diferença entre presidente Lula e o candidato Geraldo Alckmim era grande, agora estamos próximo de um empate e poderá haver uma revirada", disse Blairo Maggi.

Maggi ao ser questionado sobre se seu apoio ao presidente pode ter sido fator crucial na mudança dos votos no estado, ele declarou que foi primordial. "Os próprios números mostram. A força política do grupo que está com o governador e o acompanharam no segundo turno fez com que conseguíssemos atingir nosso objetivo", declarou.

O governador mato-grossense percorreu em vários estados declarando seu apoio ao presidente, conversando com líderes do setor agropecuário onde atua por ser empresário do setor. Maggi declarou que as visitas em alguns estados foram tranqüilas, e após conversar e argumentar com líderes do setor, eles puderam entender o porquê do seu apoio.

"Nós temos em curso vários projetos, além de existir vários problemas no setor do agronegócio. Eu tenho a certeza que com o presidente teremos esses problemas resolvidos, pois com ele é mais fácil e rápido do que se tivesse trocado de governo", disse.

Ao ser questionado se seu apoio teve alguma contrapartida, ele salientou que não foi negociado nada. "Não troquei apoio político por obras, eu apoiei Lula por um projeto político". Sobre pedir obras para o estado, Maggi salientou que é necessário primeiro mostrar trabalho para depois pedir.

O governador Blairo Maggi votou às 9 horas da manhã, no Colégio Estadual Sagrado Coração de Jesus, em Rondonópolis (distante cerca 211 Km de Cuiabá). Maggi permaneceu o final de semana na cidade, onde tem negócios e familiares.
 

Redação Terra