ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Eleições 2006
Domingo, 29 de outubro de 2006, 21h38  Atualizada às 00h10
Lula tem o apoio da maioria dos governadores eleitos
 
Últimas de Eleições 2006
» Ibope aumenta índice de acertos no 2º turno
» Diminui número de eleitores no 2º turno em Manaus
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reeleito neste domingo, ampliou a base de apoio nos Estados com a vitória de mais cinco aliados: Ana Júlia Carepa (PT-PA), Sérgio Cabral (PMDB-RJ), Eduardo Campos (PSB-PE), Roberto Requião (PMDB-PR), Wilma de Faria (PSB-RN) e Jackson Lago (PDT-MA).

Dos 17 governadores eleitos no primeiro turno, nove estão do lado do presidente, que sai do pleito vitorioso e com o apoio de pelo menos 15 dos 27 governadores eleitos.

Os governadores têm influência sobre deputados e senadores de seus Estados e podem ser muito úteis no segundo mandato na implementação de projetos federais e na arregimentação de votos no Congresso. Eles também têm peso na definição de candidaturas à Presidência em 2010.

Nas eleições deste domingo, a oposição à Lula venceu no Rio Grande do Sul (Yeda Crusius ¿ PSDB), em Santa Catarina (Luiz Henrique ¿ PMDB), na Paraíba (Cássio Cunha Lima ¿ PSDB) e em Goiás (Alcides Rodrigues ¿ PP)

Lula conquistou apoio em todos os Estados importantes do Norte-Nordeste. No primeiro turno, o PT venceu na Bahia (Jaques Wagner), em Sergipe (Marcelo Déda), no Piauí (Wellington Dias) e no Acre (Binho Marques). Com a eleição de Ana Júlia no Pará, o PT conquistou o poder em cinco Estados, dois a mais que na eleição de 2002.

Na base aliada, o presidente conta com o apoio de Eduardo Campos (PSB) em Pernambuco, Cid Gomes (PSB), no Ceará, Wilma de Faria (PSB), no Rio Grande do Norte.

No Centro-Oeste e no Norte, apóiam Lula Eduardo Braga (PMDB), no Amazonas; Jackson Lago (PDT), no Maranhão; Wáldez Góes (PDT), no Amapá; o peemedebista Marcelo Miranda, reeleito em Tocantins; e Blairo Maggi, governador reeleito do Mato Grosso, que entrou em choque com o seu partido, o PPS, pelo apoio ao presidente.

No Sul-Sudeste, Lula tem apoio de Sérgio Cabral, no Rio, e de Roberto Requião no Paraná, ambos do PMDB, mas busca ampliar o diálogo com vários políticos oposicionistas e pode vir a ampliar a base de apoio, inclusive com a adesão do governador reeleito de Minas Gerais, Aécio Neves.

No campo da oposição, os tucanos, que elegeram sete governadores em 2002, ficaram nesta eleição com cinco Estados: Rio Grande do Sul (Yeda Crusius), São Paulo (José Serra), Minas Gerais (Aécio Neves), Alagoas (Teotônio Vilela) e Roraima (Otomar Pinto).

O PFL, que havia conquistado quatro Estados em 2002, elegeu apenas um governador, José Roberto Arruda, do Distrito Federal.
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.