ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Domingo, 29 de outubro de 2006, 19h13  Atualizada às 20h30
Lula vence Alckmin e é reeleito presidente
 
Reinaldo Marques/Terra
Reeleito, Lula governa o País até 2010
Reeleito, Lula governa o País até 2010
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi reeleito, derrotando o candidato do PSDB Geraldo Alckmin. Com 86,72% das urnas apuradas, Lula tem 60,57% dos votos válidos, e não há mais como reverter o resultado. Geraldo Alckmin (PSDB), que disputava o segundo turno com Lula, tem 39,43%.

» Fotos: Lula vota e agradece
» Fotos: veja campanha para reeleição
» Fotos: confira a trajetória de Lula
» Opine sobre a vitória de Lula
» Confira o perfil de Lula

O presidente Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, confirmou às 19h30 a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas matematicamente o pleito foi definido às 19h18, quando a diferença entre os dois candidatos era de 19.835.142 votos e apenas faltavam a apuração de 16.075.000 votos.

O presidente conseguiu ampliar a vantagem que já tinha nos Estados do Nordeste e diminuir a desvantagem para Alckmin nos Estados do Sul do País.

"O mais importante é o impacto desse resultado expressivo na sociedade. A opção da ampla maioria do eleitorado brasileiro pelo projeto do presidente Lula foi cristalina", disse o presidente do PT e coordenador-geral da campanha de Lula, Marco Aurélio Garcia, após tomar conhecimento do resultado da pesquisa boca-de-urna, que apontou vitória de Lula com 62% dos votos válidos. "O segundo turno conferiu consistência e nitidez ao apoio político e social que o governo detém. A sociedade repudia qualquer tentativa de deslegitimar este resultado", acrescentou.

Para o coordenador da campanha de Alckmin, senador Sérgio Guerra, o candidato tucano, mesmo derrotado, sai desta eleição fortalecido politicamente. Geraldo, nesta campanha, só fez crescer. Teve uma capacidade de resistência e luta que nunca vi igual. Passou humildade e correção. Fez uma campanha absolutamente limpa. Ele já era uma figura muito importante politicamente e agora é ainda mais", afirmou.

Lula deixou a cabine de votação pela manhã, em São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista onde se formou líder operário, com certeza de que teria mais quatro anos à frente do Palácio do Planalto. A possibilidade que já se anunciava de uma vitória com mais de 20 milhões de votos de diferença o levou a convocar as forças políticas do País para a garantia da governabilidade. "Vamos costurar todas as alianças necessárias para que a gente tenha tranqüilidade e possa aprovar os grandes projetos que o Brasil precisa", afirmou Lula, que governará o País até 2010.
 

Redação Terra