ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Amazonas
Domingo, 29 de outubro de 2006, 12h36 
Tempo médio de votação no Amazonas é de até 15 segundos
 
Últimas de Amazonas
» Diminui número de eleitores no 2º turno em Manaus
» Tempo médio de votação no Amazonas é de até 15 segundos
» Em carta, Alckmin se compromete a não acabar com a Zona Franca de Manaus
» AM: senador Artur Virgílio rebate críticas de Lula
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Os pouco mais de 1,7 milhão de eleitores do Amazonas votam apenas para presidente da República e segundo o responsável pela comunicação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Gláucio Marques, "o clima está tranqüilo o tempo médio de votação vai de 10 a 15 segundos".

O governo estadual foi definido no primeiro turno, com a reeleição de Eduardo Braga (PMDB). "O Estado, dentro do cenário nacional, contribui com um percentual pequeno de votos. No primeiro turno, quando havia mais candidatos a escolher, os eleitores demoraram cerca de 43 segundos diante da urna".

O TRE-AM gastou R$ 9 milhões em todo o processo eleitoral o custo de viabilização do voto no Amazonas foi de R$ 4, acima da média nacional. Os municípios mais ao norte do Estado ajudaram a elevar esse valor: em São Gabriel da Cachoeira o gasto por eleitor foi de R$ 27.

De lá, as urnas tiveram que seguir de helicóptero para as localidades de São Joaquim e Iauaretê, na fronteira com a Colômbia. Em Atalaia do Norte, elas foram transportadas no avião da Força Aérea Brasileira (FAB) até as comunidades de Palmeira do Javari e Estirão do Equador, na fronteira com o Peru. Já em Nhamundá, foi preciso usar hidroavião para instalar a seção eleitoral do Riozinho.

"Nesses locais de difícil acesso, um técnico do TRE acompanha a urna eletrônica. Ele viaja com computador portátil e com telefone via satélite, para transmissão de dados", explicou Marques. "No primeiro turno, a apuração dos votos aqui foi finalizada apenas às 13h55 do dia 2, justamente, porque em uma comunidade rural de Humaitá o computador apresentou defeito. Uma lancha teve que ir buscar a urna e trazê-la à sede do município".

Marques informou ainda que 28 mil pessoas estão a serviço do TRE-AM neste segundo turno 20 mil como mesários. Esse número inclui os 1,3 mil soldados do Exército que reforçam a segurança em 19 municípios, entre eles Manaus, São Gabriel da Cachoeira e Humaitá.

Na capital, por determinação da prefeitura, o sistema de transporte público funciona com a frota regular e sem cobrança para o passageiro. O valor que as empresas deixam de arrecadar com a passagem será descontado da dívida delas com o poder municipal.

No Amazonas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) obteve o maior percentual de votos válidos no primeiro turno: 78%, contra 12,45% de Geraldo Alckmin (PSDB).


 
Agência Brasil