ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Rio Grande do Sul
Quinta, 26 de outubro de 2006, 17h25 
"Reeleição deve ser repensada e extinta", diz ministro do TSE
 
Últimas de Rio Grande do Sul
» RS: apenas um terço dos candidatos prestou contas
» Yeda anuncia cinco projetos que encaminhará à AL
» Rigotto recebe Yeda e coloca secretariado à disposição
» Yeda diz que já trocou "recadinhos" com Lula
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O corregedor-geral Eleitoral, ministro Cesar Asfor Rocha, defendeu nesta quinta-feira, em Porto Alegre, o fim da reeleição para os cargos de presidente, governador e senador. "A reeleição deveria ser repensada ou mesmo ser extinta", afirmou o ministro do TSE, durante visita ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Asfor Rocha disse ser difícil manter a igualdade entre os participantes de uma eleição majoritária quando há detentores de cargos públicos envolvidos. "É praticamente impossível fazer a separação entre administrador e candidato", completou o ministro.

A necessidade de aprimoramento da legislação no controle dos administradores que são candidatos à reeleição também foi defendida pelo ministro. Ele afirmou que desde o estabelecimento do instituto da reeleição para cargos majoritários, sem a obrigatoriedade do afastamento, nada foi mudado na legislação, em especial na Constituição Federal.

O ministro ainda posicionou-se contra o financiamento público de campanha eleitoral. "A utilização de recursos particulares vai passar a acontecer de maneira disfarçada, além de onerarmos ainda mais o contribuinte", opinou.

O ministro elogiou a eficiência do TRE na condução do pleito deste ano e apontou o alto nível de politização da população gaúcha, o que "contribui com o trabalho da Justiça Eleitoral", sentenciou.

Asfor Rocha encerra hoje, no Rio de Janeiro, o roteiro de visitas aos 10 estados onde haverá segundo turno para governador.
 

Redação Terra