ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Paraná
Segunda, 23 de outubro de 2006, 08h29 
Requião cogita apoio a Lula e critica Alckmin
 
Últimas de Paraná
» Paraná teve a eleição mais disputada de sua história
» Requião não descarta manipulação de pesquisa
» PR: veja a trajetória política Roberto Requião
» PR: Requião vira e vence eleição dramática
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O candidato à reeleição ao governo do Paraná Roberto Requião (PMDB) sinalizou um apoio à candidatura do petista Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, de quem tinha se afastado nos últimos dois anos. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o pemedebista também criticou o perfil "privatista" de Geraldo Alckmin (PSDB).

"Eu tive algumas decepções com o governo Lula. Acredito que até o próprio Lula teve. Neste segundo turno, o PT está comigo, e o PMDB do Paraná, com Lula. Meu vice Orlando Pessutti, do PMDB sobe no palanque do Lula", afirmou Requião.

O candidato ao governo paranaense criticou a atuação de Alckmin em São Paulo. "O Alckmin privatizou linhas de transmissão em São Paulo e não deixou a Copel participar do leilão porque era uma estatal. Vejo isso como uma continuação privatista do que foi o governo FHC", completou.

Requião, entretanto, preferiu não confirmar o apoio neste segundo turno das eleições presidenciais e disse que "logo" irá se definir e anunciar sua posição.

O pemedebista se disse perseguido pela imprensa paranaense e afirmou que seu opositor, Osmar Dias (PDT), antigo aliado no Estado, faz uma "campanha nazista".
 

Redação Terra