ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Segunda, 9 de outubro de 2006, 18h52  Atualizada às 00h21
Lula ganha benção e apoio de evangélicos
 
Karine Melo
Direto de Brasília
 
Celso Júnior/Agência Estado
Candidato participou de reunião com evangélicos
Candidato participou de reunião com evangélicos
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Para garantir a reeleição, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)quer contar, além da força do povo, também com a força dos evangélicos. Nesse sentido ele deu um passo importante nesta segunda-feira ao receber o apoio de mais de 30 cantores gospel no Palácio da Alvorada, em Brasília. Depois que o também evangélico ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PMDB) declarou apoio à campanha tucana, o ato é visto como fundamental para equilibrar os votos entre o segmento. Por isso, alguns nomes de peso da música evangélica estiveram presentes, como Robinson Monteiro, Mara Maravilha e Wanderley Cardoso.

» Confira as fotos do dia de Lula
» Lula: vivi ontem um dos dias mais tristes

No encontro, o senador e bispo Marcelo Crivella (PRB-RJ), fez uma apresentação do governo Lula aos amigos evangélicos. Ele destacou que as acusações feitas pelo concorrente Alckmin ontem no debate da TV Bandeirantes, como a de que o governo Lula gasta mal, não eram verdadeiras. "Isso é falso e digo isso diante de Deus", apelou. Crivella destacou as ações do governo Lula em várias áreas, especialmente na econômica. E disse que ele e a esposa "ficaram revoltados" quando viram o tucano criticando a atual política externa no debate.

Corrupção
Para justificar as denúncias que envolvem o governo Lula e o PT em escândalos mais uma vez Crivella se socorreu à palavra de Deus. "Vocês sabem que, na Bíblia, Jesus diz que os escândalos são inevitáveis". O bispo, que capitaneou o encontro, também conclamou os cantores a fazerem campanha. "Estamos a poucos dias do segundo turno e vocês são formadores de opinião de um povo muito simples e, por isso, muitas vezes eles se enganam por bravatas. Por isso quero pedir que vocês estejam com o nosso presidente não só votando, orando, mas para fazer o País da dignidade", pediu.

Apoio
A cantora Mara Maravilha foi a porta-voz dos artistas no encontro e disse que jamais eles imaginavam participar de um evento como aquele, mas disse que Lula é muito querido por todos ali. Animada, Mara completou: "tudo que é muito bom é muito perseguido". Mas, segundo ela, "maior que a perseguição será a vitória para a honra e glória do Senhor". Os cantores pensaram em cantar uma música em homenagem ao presidente, mas como a Lei Eleitoral não permite mais esse tipo de manifestação a cantoria foi substituída por uma benção ao presidente Lula.
 

Redação Terra