ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Quinta, 28 de setembro de 2006, 18h46 
Lula não vai a debate para evitar "desespero" de adversários
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

A assessoria de imprensa da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou que o candidato não participa na noite desta quinta do debate entre os principais candidatos à Presidência, promovido pela Rede Globo. A emissora recebeu uma carta de de Lula informando a decisão.

» Globo lamenta ausência de Lula em debate
» Alckmin chama Lula de "candidato fujão
» Opine sobre a decisão de Lula de não ir ao debate

Segundo o presidente, "o grau de virulência e desespero de alguns adversários" é o principal motivo para a ausência no debate. Lula afirma ainda que foi um dos candidatos que mais participou de debates nos últimos anos e que não tem "receio" de enfrentar os adversários.

O presidente chamou ao Palácio do Alvorada, às 17h, seu principais auxiliares para comunicar que não vai ao debate. De acordo com uma fonte, o presidente consultou pesquisas qualitativas indicando que a ausência não provocaria perdas no índice de intenção de voto que ele já possui.

Também pesou na decisão, segundo a fonte, o fato de o presidente ser obrigado, pelas regras do debate, a dividir o tempo igualmente com candidatos que ele considera de baixa densidade política e eleitoral: Heloísa Helena (Psol) e Cristovam Buarque (PDT).

Confira a íntegra da carta que Lula enviou à Rede Globo:

"Venho agradecer, respeitosamente, o convite desta emissora para participar do debate sobre as eleições presidenciais, marcado para hoje. Sou um dos políticos que mais participou de debates eleitorais neste país. No entanto, é fato público e notório o grau de virulência e desespero de alguns adversários, que estão deixando em segundo plano o debate de propostas e idéias, para se dedicar, quase exclusivamente, aos ataques gratuitos e agressões pessoais.

Tenho demonstrado, em toda a minha vida, compromisso com os princípios democráticos e disposição para enfrentar qualquer tipo de debate. Somente na TV Globo, participei de três entrevistas ao vivo no 'Jornal Nacional', no 'Jornal da Globo' e no 'Bom Dia Brasil' com perguntas livres e contundentes. O tom polêmico destas entrevistas, e a maneira como me comportei, demonstram que não tenho receio de enfrentar o debate franco e democrático. Não posso, porém, render-me à ação premeditada e articulada de alguns adversários que pretendiam transformar o debate desta noite em uma arena de grosserias e agressões, em um jogo de cartas marcadas.

Aproveito para reafirmar o meu respeito à TV Globo e parabenizá-la pelo trabalho isento que vem fazendo na cobertura destas eleições".

Com agências
 

Redação Terra