ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Eleições 2006
Quinta, 14 de setembro de 2006, 20h47 
Lula fecha primeiro turno com comício em S.B.do Campo dia 28
 
Carmen Munari
 
Últimas de Eleições 2006
» Ibope aumenta índice de acertos no 2º turno
» Diminui número de eleitores no 2º turno em Manaus
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Será em São Bernardo do Campo no dia 28 de setembro o último comício da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) antes do primeiro turno das eleições, marcado para 1o de outubro. A data é o limite legal para mobilizações do gênero.

Na cidade que o projetou no sindicalismo e no cenário político, Lula vai repetir a caminhada seguida de comício feita na eleição vitoriosa de 2002, que teve garoa e lágrimas do atual presidente.

"A data pode ter de ser adequada à agenda de Lula, que agora não é tão elástica como antes", ressalvou à Reuters João Felício, responsável pela mobilização da campanha, após ser informado de que no mesmo dia 28 a TV Globo realiza um debate entre os presidenciáveis.

Felício, ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e um dos homens próximos ao presidente, recebeu a informação sobre a data do debate com surpresa, o que torna mais provável a ausência de Lula no programa, repetindo sua atitude nos dois outros realizados até agora.

Na reta final da campanha, o comitê programou outras mobilizações para "pôr o povo na rua" e assegurar a vitória de Lula, que lidera as pesquisas, e para reforçar as candidaturas de governadores e de parlamentares do PT.

O petista afirmou que os eventos ganham incentivo extra com as críticas da oposição. "Esse pessoal está desesperado ao falar em impeachment. São mentes desesperadas devido à possibilidade enorme da vitória de Lula", disse.

Neste fim de semana, será a vez da Caravana Nacional Lula de Novo, com previsão de atingir 3.000 cidades pequenas e médias no país.

As caravanas, inspiradas naquelas realizadas pelo presidente Lula nos anos 1990, contarão com carreatas pelas estradas que levarão de uma cidade a outra material de campanha como folhetos e publicações sobre realizações do governo e planos para um novo mandato.

Lula só participará se houver coincidência entre a passagem de um grupo e sua agenda. O candidato estará em quatro cidades do Nordeste e uma do Norte no sábado e domingo.

No sábado, 23, está programado um bandeiraço pela inclusão social, quando será distribuído um folheto com 13 motivos na área social para votar em Lula.

A programação prevê ainda, no dia seguinte ao comício de Lula, uma Caminhada pela Vitória nas capitais e nas 150 maiores cidades do país. Como nesta data já vigora a proibição de uso de carros de som, a caminhada "vai distribuir panfletos, terá faixas, tudo na legalidade", disse Felício.
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.