ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Segunda, 21 de agosto de 2006, 23h53  Atualizada às 07h44
Zeca Pagodinho: Lula encontrou governo "entupido"
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Praticamente todos os artistas presentes em uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na noite de segunda-feira, saíram do encontro convencidos de que o voto no candidato petista à reeleição na eleição deste ano é a decisão mais acertada.

» Opine sobre o apoio dos artistas
» Artistas firmam compromisso com Lula

O cantor Zeca Pagodinho fez uma das defesas mais enfáticas da inocência de Lula na crise. "Ele encontrou o bagulho entupido, para desentupir, leva tempo", disse.

"Algumas coisas criaram dúvidas na gente. O que aparece são as coisas ruins, mas muitas coisas boas aconteceram e a esperança nasceu de novo", disse o cantor e compositor Geraldo Azevedo aos jornalistas.

Segundo a sambista Alcione, o presidente fez um relato de seu governo aos artistas, mostrou as coisas que país teria conquistado em seu governo e as que "está pronto para conquistar" em um eventual segundo mandato.

"Temos mais é que votar nele e é o povo brasileiro que vai elegê-lo. Lula é uma pessoa verdadeira e ninguém engana o povo."

O teatrólogo Augusto Boal foi um dos que mais se ateve à questão cultural. Ele disse ter sido inicialmente contra a escolha de Gilberto Gil, anfitrião do encontro, para o Ministério da Cultura, pois achava a função muito administrativa.

"O melhor achado no terreno da cultura foi o convite para o Gilberto Gil ser o ministro. Sempre falávamos que o povo precisava ter acesso à cultura, mas é preciso também que o povo mostre sua cultura, e Gil fez isso com os Pontos de Cultura", disse em uma referência aos centros culturais criados pelo ministro.

O produtor de cinema Luiz Carlos Barreto disse que a reunião foi acima de suas expectativas e que Gil prometeu ampliar a ação cultural do governo.

"Ele anunciou a criação do tíquete lazer e cultura, semelhante ao tíquete alimentação a ser distribuído pelas empresas com base na Lei Rouanet (que garante incentivos às empresas que patrocinam produções e eventos culturais)."

Segundo Boal, entre 40 e 50 mil pessoas vão receber o tíquete. "Isso é transcendental em termos de cultura, é uma idéia luminosa que abre caminho para a cultura ser uma indústria auto sustentável. A atriz Letícia Sabatella apontou o encontro como a melhor oportunidade para colher informação confiável.

"Pela campanha em si, é mais difícil", disse. "Todos nós passamos por um momento difícil, mas entendemos que esse é o começo de um processo político", disse a atriz referindo-se às crises enfrentadas pelo governo Lula.

Ela contou que vota em Lula e no PT desde os 16 anos, mas evitou declarar seu voto nas eleições de outubro.

Os participantes da reunião contaram que Lula fez uma homenagem ao músico Wagner Tiso, primeiro artista a defendê-lo publicamente em meio à crise que atingiu o governo.

Ao sair da reunião, Tiso defendeu intransigentemente o governo e defendeu a necessidade de uma reforma política.

"Ele (Lula) tem que costurar apoios e colocar a ideologia dele", afirmou acrescentando continuar eufórico com o governo Lula. "Lutei muitos anos pela maturidade do PT. Estou indignado com os indignados"
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.