ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Quinta, 22 de junho de 2006, 18h54  Atualizada às 18h59
Dobradinha Lula-Alencar deve se repetir, diz Berzoini
 
Maria Clara Cabral
Direto de Brasília
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, afirmou nesta quinta-feira que prefere que o atual vice-presidente da República, José Alencar, continue como candidato a vice de Lula à reeleição. Berzoini argumentou que o governo deu certo nesses últimos quatro anos e que, por isso, a "dobradinha" deveria se repetir . Ele disse ainda que também aposta na preferência do presidente Lula por Alencar.

» Talvez não tenha feito por merecer, diz Alencar

"Ele (Alencar) colocou a sua vida política à disposição do Lula. É um empresário excelente e, por tudo que o governo fez, a dobradinha deveria se repetir", disse Berzoini, ao deixar o Palácio da Alvorada nesta tarde, onde assistiu, ao lado do presidente Lula, ao jogo do Brasil contra o Japão pela Copa do Mundo. Também estavam presentes o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, o ex-ministro Ciro Gomes (PSB) e o presidente nacional do PSB, Eduardo Campos.

O presidente do PT descartou que o nome de Alencar seja a última opção para Lula, no caso do PSB não aceitar fechar aliança formal com os petistas. O nome mais cotado para representar o PSB na vice-presidência, até o momento, é o de Ciro Gomes. Para Eduardo Campos, o apoio informal é claro. Porém, há a preocupação com a governabilidade. "Nós, dirigentes do partido, sempre desejamos que a legenda pudesse dar apoio político e formal (a Lula). Entendemos que a eleição está consolidada, mas temos que pensar na governabilidade", justificou.

Um dos problemas para o PSB não apoiar formalmente a aliança com Lula é, além da regra da verticalização, a cláusula de barreira, que determina que partidos com menos de 5% dos votos válidos nas eleições terão corte nas verbas do Fundo Partidário e no tempo de TV.

Convenção
Tanto o ministro Tarso Genro quanto Berzoini afirmaram que a chance de o vice de Lula ser anunciado já na convenção do PT em Brasília, no próximo sábado, não está descartada. Apesar de a convenção nacional do PSB estar marcada somente para o dia 29, e a data limite para o anúncio oficial dos candidato ser dia 30, Berzoini afirmou que não é impossível que o anúncio seja feito antes.

Berzoini disse ainda que o desejo pessoal dele é que a decisão seja anunciada já no próximo sábado para que a campanha seja mais clara e comece de uma maneira mais ágil. No entanto, ele garantiu que a posição dele, como representante do partido é essa, mas a decisão final vai depender de Lula.
 

Redação Terra