ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Segunda, 19 de junho de 2006, 15h58 
Lula deve confirmar candidatura no último momento
 
Maria Clara Cabral
Direto de Brasília
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Utilizando todo o tempo possível para viajar o Brasil visitando obras e participando de inaugurações, o presidente Lula deve oficializar sua candidatura somente no último momento. A convenção nacional do partido está marcada para o próximo sábado, dia 24, quando deve ocorrer o anúncio oficial. A declaração, no entanto, ainda não está descartada de acontecer um ou dois dias antes.

Até lá, Lula ainda tem viagem marcada como presidente para a Bahia (hoje), onde participa da cerimônia do Programa Luz Para Todos e, amanhã, para Curitiba, onde discursa no lançamento do programa de produção de óleo diesel com processamento de óleo vegetal, na refinaria presidente Getúlio Vargas, da Petrobras. No mesmo dia, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, o presidente participa da inauguração da Pedra Fundamental de Biodiesel BSBIO.

Uma viagem na sexta-feira, para Santa Catarina, também não está descartada e, exatamente por isso, Lula deve fazer o anúncio da candidatura somente no sábado.

O site do partido inclusive trata a convenção nacional como o dia marcado para o lançamento oficial da candidatura à Presidência da República.

O evento promete pompa. Cerca de 4 mil pessoas são aguardadas a partir das 10h no Minas Tênis Clube, em Brasília. Ministros, governadores, prefeitos, parlamentares federais petistas, presidentes de diretórios estaduais, lideranças dos movimentos sociais, candidatos petistas ao governo dos Estados e representantes dos partidos que se coligarão ao PT foram convidados.

A presença de José Dirceu e dos chamados "mensaleiros" também é esperada, já que o presidente do partido Ricardo Berzoini declarou, na semana passada, que eles são "bem-vindos na legenda".

Até lá, lideranças petistas também coordenam durante esta semana possível alianças com o PCdoB e PSB. O próprio presidente Lula, inclusive, negocia a aliança com a ala governista do PMDB, que enterrou de vez a possibilidade de lançar candidato próprio.
 

Redação Terra