ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Sexta, 9 de junho de 2006, 18h53  Atualizada às 20h28
Lula reedita slogan sobre esperança em discurso
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

Em discurso com tom de comício, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reeditou nesta sexta-feira o slogan da sua campanha vitoriosa em 2002 e afirmou a uma platéia popular que "não há razão para se perder a esperança".

"Não há nenhuma razão para a gente não acreditar que podemos construir um amanhã muito melhor do que o hoje que nós vivemos. Não há nenhuma razão para a gente não acreditar que o ano que vem será melhor do que o ano passado. O que a gente não pode permitir é que o pessimismo tome conta de nós", disse Lula em discurso na cidade de Paracambi, no Estado do Rio de Janeiro, onde esteve para assinar um convênio federal.

Lula comentava sobre a história de uma senhora de 94 anos, alfabetizada no ano passado graças a um programa do governo. Ela disse ao presidente que tem a intenção de prestar um vestibular, apesar da idade.

O presidente disse ainda que "Deus é a última esperança dos homens". "Somos cristãos ou não somos? Temos céu ou não temos? Então por que é que vamos perder a esperança? Quando nada tiver uma solução, a gente pede uma ajudazinha para Deus, ela (a ajuda) vai vir e a gente se salva", afirmou Lula, ao lado do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), evangélico, candidato ao governo do Estado.

No discurso a cerca de 500 pessoas, Lula comentou sobre iniciativas do seu governo nas áreas de energia, educação, saúde, entre outras áreas. "Se a gente não cuidar enquanto é adolescente e tem esperança, vamos ter que gastar com cadeia o que a gente não gastou com escola", disse.

Durante o evento, o presidente assinou uma medida provisória que será encaminhada ao Congresso nos próximos dias regularizando a profissão de mata-mosquito, trabalhador que tem tido papel importante no combate à dengue.

Lula passará a noite no Estado do Rio de Janeiro e segue na manhã do sábado ao Espírito Santo para participar de um evento da Petrobras .
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.