ELEIÇÕES 2006
PRESIDENCIAL
ESTADUAIS
 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email

 Fale conosco
Participe! Envie suas críticas e sugestões

 Sites relacionados
Eleições 2004


Presidencial
Quinta, 18 de maio de 2006, 11h47 
PFL escolhe José Jorge para vice de Alckmin
 
Maria Clara Cabral
Direto de Brasília
 
Últimas de Presidencial
» Lula falhou na participação social, diz especialista
» Stédile diz que reeleição é "extremamente positiva"
» Lula mantém rumo da economia e Mantega na Fazenda
» Contrapartida de apoio de Maggi a Lula prevê cargos federais
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

A Executiva Nacional do PFL elegeu, na manhã de hoje, o senador José Jorge (PE) para compor a chapa do tucano Geraldo Alckmin à Presidência da República.

» Fórum: opine sobre a vitória de José Jorge

Do total de 96 votos de governadores, vice-governadores, senadores, deputados, prefeitos de capitais e membros da Executiva, José Jorge ganhou por 51 votos contra 45 do senador José Agripino (RN).

Os integrantes do partidos começaram o pleito às 9h e último voto foi às 11h30, do senador Jonas Pinheiro (MT). Após o anúncio do resultado, José Jorge falou, em entrevista coletiva, que a vitória já era esperada.

O senador descartou um racha dentro do partido entre os seus aliados e os pró Agripino. ¿Vamos unidos e fazer o que for possível para desbancar o governo Lula¿, disse. A mesma opinião é compartilhada por outros membros da legenda. Rodrigo Maia (RJ) disse a chance de um racha está totalmente descartada.

Com a escolha de José Jorge, os tucanos acreditam que o desempenho de Alckmin irá melhorar no Nordeste a partir de agora. Apesar de o anúncio oficial só ser feito no próximo dia 29 em Recife, Jorge disse que hoje a tarde já estará disposto a resolver a pendência nos estados.

Durante entrevista, José Jorge descartou ainda a chance de a chapa composta por ele e o ex-governador Alckmin ser uma continuação do governo Fernando Henrique Cardoso. ¿Somos do mesmo partido, a mesma aliança, mas o governo é diferente. Vamos apresentar novos projetos para o futuro do país¿, completou.

Ao final, o senador aproveitou ainda para alfinetar o presidente. ¿Este governo já deu o que tinha que dar. Somos a alternativa¿, finalizou.
 

Redação Terra