4 eventos ao vivo

Rede diz que nem Aécio nem Dilma representam a mudança

Grupo de Marina Silva já recomendou voto nulo, em branco ou em Aécio, mas afirma que tanto a candidatura tucana quanto a petista não apontam para uma "saída política de profundidade”

9 out 2014
14h25
atualizado às 17h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Embora já tenha recomendado voto nulo, em branco ou em Aécio Neves (PSDB), a Rede Sustentabilidade, grupo político de Marina Silva, divulgou nota nesta quinta-feira na qual afirma que a candidatura do tucano não representa o desejo de “mudança” do povo brasileiro. A mesma opinião já havia sido anunciada em relação à candidatura da presidente Dilma Rousseff (PT).

Marina Silva disputou a Presidência pelo PSB e acabou em terceiro lugar, com 21% dos votos. Dilma e Aécio, que tiveram 41% e 33%, respectivamente, estão no segundo turno. A expectativa agora é que Marina anuncie apoio a Aécio, mas, para isso, o tucano deverá incorporar ao seu programa uma lista de propostas enviadas por Marina como condição.

De acordo com a nota enviada pela Rede nesta quinta, “o resultado do primeiro turno tornou evidente que a maioria da sociedade não aprova o atual governo e que não quer sua continuidade”. Por outro lado, a nota diz que o resultado das urnas “revelou também que esse desejo de mudança foi tragado para dentro da velha polarização PT x PSDB e aprisionado nos limites de uma estrutura política em crise profunda (...), dificultando a escolha de uma alternativa real de mudança”.

O texto afirma ainda que “nenhum dos caminhos aponta para uma saída política de profundidade”, para concluir: “A Rede Sustentabilidade, ao mesmo tempo que saúda e respeita o desejo de mudança, tem o dever de reconhecer que a sociedade brasileira não encontrou ainda o caminho, as condições e o tempo de realizá-la”.

<p>Líderes da coligação que teve Marina como candidata se reuniram em Brasília, nesta quinta-feira, 9 de outubro</p>
Líderes da coligação que teve Marina como candidata se reuniram em Brasília, nesta quinta-feira, 9 de outubro
Foto: Charles Sholl / Futura Press

Por fim, a nota diz que "em respeito aos que votaram em Aécio acreditando na mudança, aos que não definiram sua posição e aos que não se sentem representados pela polarização que persiste há 20 anos, delegamos a cada militante avaliar em qual dessas alternativas as propostas de mudança qualificada, expressa pela candidatura Marina Silva, estará melhor representada".

Segundo Walter Feldman, porta-voz da Rede, o grupo aposta na candidatura de Aécio como representante da mudança e apenas aguarda uma resposta do tucano sobre as exigências feitas por Marina. "Não é a mudança sonhada pela Rede com a candidatura da Marina, mas é uma mudança", disse. "O documento (nota da Rede) expressa posições com algum nível de diferença, mas todos concordando que Dilma, não", encerrou Feldman.

Uma reunião entre os partidos que compuseram a coligação de Marina (PSB, PHS, PRP, PPL, PPS e PSL) foi realizada na manhã de hoje, em Brasília - destes, apenas o PSB e o PPS já anunciaram apoio a Aécio. 

Veja o cenário eleitoral nos estados Veja o cenário eleitoral nos estados

Veja também:

Previsão Brasil - Tempo instável em várias áreas
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade